quarta-feira, 6 de maio de 2009

SER POETA...



É deixar fluir o coração, se entregando de corpo e alma as alucinações incoerentes do espírito.
É soltar as amarras e o freio da razão, dando evasão aos sentidos, sem carecer de normas implacáveis que comandem, razão e emoção.

Nenhum comentário: