terça-feira, 11 de maio de 2010

A noite acendeu as estrelas....


Porque tinha medo da própria escuridão.

(Mário Quintana)

6 comentários:

Tite disse...

A natureza bela interpretada por um poeta sensível.

Beijossssss

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Noites acendem estrelas e recordações. Beijos

josebonifacio disse...

Graça e paz!

Preciosa e nobre Carla Fabiane, minha irmã em Cristo, saudades imensas de estar na sua página. Paulatinamente, estarei presente e com muito mais amor para dar. Enfim, quero fazer parte da incandescência do Brilho da Vida.

Destarte, conte com o meu carinho e, acima de tudo, como já disse, com o meu amor.

Deus seja louvado!

José Bonifácio

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Linda frase!!!

A noite a cende as estrelas mas você não precisa delas pois tem brilho próprio!

Saudades!

Sonia Regina.

Rembrandt disse...

Querida Carla,
muy bella reflexión. No es bueno que la oscuridad nos invada , busquemos siempre la luz.

Beijinhos pra vocé.
REM

Obrigada à Lua, Mãe Ancestral que nos ensina a Arte de Curar - Madre Del'Alma disse...

A delicadeza de um encontro, faz transbordar um coração...É assim que me senti, ao pousar nesse encanto de lugar...Lugar com alma de poeta.
PARABÉNS!!!
Sua dança com as palavras nos alimenta e deixa com vontade de voltar...
Muita Luz nesse seu tão lindo caminhar

Paz e Bênçãos

Namastê!!!

;D