sábado, 25 de abril de 2009

PARECE QUE FOI ONTEM...


HOJE O TEMPO NÃO PARA, CORRE FEITO CRIANÇA...

CHEGOU O SÁBADO.


QUE LINDO DIA!


CHEIO DE SOL E ALEGRIA...


NO AR SÓ NOSTALGIA.


RECORDAÇÕES DA INFÂNCIA...


ONDE O TEMPO NÃO EXISTIA.


CARLA FABIANE

6 comentários:

Nely disse...

Olá querida.
O tempo "aquele respeitável Senhor" já existia desde o momento que voçê estava no ventre de sua mãe, apenas nós só o reconhecemos anos mais tarde, quando começam nossas preocupações.
Mas eu creio que em nosso coração essa palavra não existe, por isso se mantem jovem na dádiva, nas emoções, na fé, no amor.
O meu obrigado ao Homem do Sofá, e realmente não sei pq não consegue comentar.
Já aconteceu com outros blogs, a mim tb já aconteceu com alguns, mas com insistência acabámos por conseguir.
Beijinho de Luz amiga.
Nely.

Tite disse...

Minha boa amiga,

Que lindo este teu poema.
Lembra que hoje, em Portugal, se comemora uma data importantíssima para nós que lutámos pela Liberdade e Democracia.
Há 35 anos tinha dois filhos de 4 e um ano para os quais abrimos portas que lhes ampliaram os horizontes de Vida.
Este teu poema intrinsecamente, ainda que não intencionalmente, celebra o que eu vivi naquele maravilhoso e já distante dia 25 de Abril de 1974.
Obrigada Carla!
Receba mil cravos vermelhos de alegria e força para viver a Liberdade todos os dias de sua Vida.

Maria Emília disse...

Porque para a criança o hoje é só a memória do dia de ontem e o amanhã é o sonho do dia de hoje.

Um beijinho,
Maria Emília

adriana disse...

Claro que pode, querida!
A ilustraçao é de Jean-Luc Bozzoli.
www.eyewithin.com
Eu não a creditei no post atual porque já havia feito isso antes, da primeira vez que a postei.
Amor e Luz!

stella disse...

Cara Carla, sul mio blog ho pubblicato il tuo post a me dedicato.

Vieni a vederlo ?

Bacioni.

YullyAngel. disse...

Háaa e como era boa a infancia!

Bjusss