quarta-feira, 4 de março de 2009

ESPECIAL: Homenagem ao dia internacional da mulher...


O que é ser Mulher?
Ser mulher é ter esperança nas coisas que poucos ou ninguém já não acredita;
Ser mulher é abrir mão dos seus sonhos em prol dos sonhos de terceiros;

Ser mulher é amar aqueles que na maioria das vezes as magoa;
Ser mulher é estar em vários lugares de uma só vez solucionando vários problemas; Ser mulher é recuperar o irrecuperável;
Ser mulher é dá perdão e saber entender o que ninguém desvenda;
Ser mulher é ser mãe dos seus filhos e dos outros amando os igualmente;
Ser mulher é estender a mão para quem ainda não pediu.


Mulheres lutam pelo que querem.
A mulher tem a capacidade de lidar com diversas situações, antes ela era designada pela própria sociedade apenas para progredir e cuidar da casa, atualmente a função da mulher vai muito além;
Ela é mãe, ótima profissional e esposa.
Claro que não existe total perfeição, mas a busca é constante.

A delicadeza, a paciência, a gentileza, entre outras características são fortemente dominantes na personalidade feminina.
Ao longo dos tempos as mulheres foram adquirindo suas conquistas através de reivindicações e protestos.
As mulheres brasileiras, por exemplo, tiveram um marco na história, no dia 24 de fevereiro de 1932, onde foi instituído o voto feminino, que após anos de discussões conquistaram o direito de se candidatarem para cargos legislativo e executivo, além do direito de votar.

Fazendo um parâmetro do passado com o presente em relação à mulher na sociedade percebemos o avanço, mas isso não funciona para todas as localidades, pois a questão religiosa faz com que a maioria dessas conquistas sejam condenadas ou nem mesmo comentadas.
No Oriente Médio, por exemplo, as mulheres não têm o direito nem de opinar dentro da própria casa, vivendo de maneira escrava, não podem ao menos mostrar o rosto.
Claro que cada sociedade possui sua ideologia e religião mais o radicalismo não deveria fazer mais parte deste mundo globalizado.
Origem do dia internacional da mulher; De acordo com a história, no dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos fizeram uma greve que teve grande repercussão na cidade norte americana de Nova Yorque.
Reivindicando melhores condições de trabalho, elas exigiam redução da carga horária de 16 horas para 10 horas diárias, equiparação de salário com os homens (já que executavam o mesmo tipo de serviço) e um tratamento mais digno dentro do ambiente de trabalho.
Como era de esperar, a manifestação teve repressão com extrema violência, com um ato desumano onde as mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada vindo ao óbito cerca de 130 tecelãs carbonizadas. No ano de 1975 a ONU (Organização das Nações Unidas) oficializou através de um decreto que oito de março seria considerado o dia Internacional da Mulher, homenageando as mulheres que morreram na fábrica em 1857.
Feliz Dia das Mulheres!

2 comentários:

Tite disse...

É um dia que já teve mais significado quando a luta era intensa e generalizada.
Hoje, felizmente, a luta coloca-se em países onde a mulher, devido a culturas ancestrais, são humilhadas mas nem se consideram como tal.
Elas acordarão um dia e lutarão também.
Até lá, o Ocidente já ganhou pontos.

Viva a Mulher, todos os dias!

Carla Fabiane disse...

BEIJOS...
MAMMA LINDA!
VIVA VOCÊ!