segunda-feira, 16 de março de 2009

Dizem tudo na vida é relativo...


Relativa também é a idéia, que cada um faz da felicidade.
Para uns, felicidade é, dinheiro no bolso, carro novo na garagem, joias e roupas novas no armário.
Para outros a felicidade,
representa o sucesso, carreira brilhante, ser importante, ainda que na verdade as coisas não sejam bem assim.
Para outros tantos, ser feliz é viajar e conhecer o mundo, ser culto, falar várias linguas, um conhecimento profundo.
Mas para mim, ,
ser feliz é diferente.
Ser feliz é ser gente, na mas pura
expressão da palavra.
É saber viver...
É viver em paz...
É agradecer a Deus por tudo...
É SER ABENÇOADA (o)...


A felicidade é muito simples, se resume na frase "A Felicidade é muito simples", se resume a incorporar a nossa criança interior novamente, fazer as coisas que temos que fazer diariamente, como faziamos nossas obrigações infantis.

Com alegria, com entusiasmo, independente de qual situação passamos. Se olharmos uma criança brincando com seus amiguinhos, vemos que ela corre, cai, brinca, briga por alguns momentos, se machuca, mas nenhuma sensação ruim dura mais que cinco minutos. Ela simplesmente deixa passar, sem guardar magoa ou rancor, e logo esta brincando e se divertindo de novo. Logo esta sorrindo com algo novo que descobriu.

A nossa vida adulta seria mais simples, se estivessemos preocupados com as coisas novas que descobrimos, não guardando magoa nem rancor do que nos acontece, e vendo cada queda, cada arranhão, como uma oportunidade de aproveitar e aprender a curtir sempre o melhor da vida…

Fui uma criança feliz, subi em arvores, corri, pulei muros e robei mangas nas chacaras. Tenho as cicatrizes que provam minha infancia feliz, e hoje, mais maduro, entendo que se tivesse visto as cicatrizes que adquiri atualmente, nas quedas da vida adulta, como via um arranhão quando era criança, teria aproveitado mais cada momento.

Sou feliz hoje, despertei a criança interior que vive em mim, despertei a alegria de viver que tinha em minha infancia, após muito tempo deixando a vida me embrutecer. Decidi mudar esta forma de pensar, de ver cada queda como um aprendizado bom, de aprender a sorrir quando a raiva, o desgosto e a magoa tenta tomar conta.

Ver a beleza em coisas simples, ver a beleza em um sorriso expontâneo, ver a beleza em momentos, e fazer de cada momento um momento feliz.

A felicidade não é um sentimento eterno e fixo, a felicidade tem movimento, e aprender a viver este movimento é a chave de ter uma vida feliz. A felicidade é como a perfeição.

A perfeição pode ser descrita como o mar, ou como o céu, sempre em mutação, sempre em movimento. Se aprendemos a nos movimentar, aprendemos a ser felizes.

Antes de odiar o mundo a sua volta, antes de sentir magoas pelas pessoas próximas a você, tente ver tudo como uma criança, tente achar o movimento das situações, e encontrar a felicidade em cada lugar, principalmente, encontrar a felicidade dentro de você…

Acho que vai por ai… Não sei se consigo ter o mesmo traquejo com as palavras que tinha a alguns anos atrás, mas com esses anos, encontrei o meu segredo da felicidade, basta procurar, para que vocês encontrem o de vocês também, uma dica? Procure esta felicidade no espelho de sua casa, dentro de si mesmo...

Uma técnica para encontrar a felicidade, e sorrir, a qualquer momento. Quando não conseguir sorrir, simplesmente olhe para o dedão do seu pé.. olhe para ele, mexa-o, sinta ele como uma parte de seu corpo, e sorria...

Sorrir é contagiante…



2 comentários:

charleauxzinha disse...

Para mim ser feliz é saber viver, saber curtir a vida, saber tratar bem as pessoas para assim ser tratada!!!
e com certeza ser FELIZ é ser abençoada!!!

Adoreiii seu blog...vou segui-lo!!!

;)

Beijokas e uma ótima semana

Olavo disse...

Felicidade é simples..complicamos porque somos eternos insastifeitos mesmo..
Ja fui feliz em todos os sentidos..hj tenho momentos felizes..
Beijos