quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Dedicado ao meu amor...


VENHA DEPRESSA...

VENHA CORRENDO...

Venha depressa...
Ela está chegando.
Sinto o cheiro da terra molhada, e o verde revivendo em nosso jardim.
As aves se abrigam na amendoeira, que majestosa dança para o vento.
Enquanto escrevo esperando meu amor, sinto-me acarinhada.
Com tanta paz!
A chuva vem chegando.
Venha depressa...
Faça poesia em meus pensamentos.
Chuva de esperança...
Faça germinar, sementes de promessas.
Chuva de benção...
Faça reais, meus sonhos.
Com suas gotas divinas, molhe meu solo arenoso.
E que nasça dele, a mais linda flor.
Que da terra eu colha, o saudável fruto.
Venha lave minha janela!
Para que com clareza eu veja, meu amor chegar.
Venha com sua melodia doce , inspirar meus versos.
Ao vento vou pedir que leve uma mensagem.
Vou escrever assim.

MEU AMOR...
Te esperamos na varanda, eu e as crianças.
Compramos rosas amarelas, para te ofertar.
Volte correndo...
Volte para o seu abrigo seguro, onde o amor te protege.
Venha correndo, antes da noite chegar.
A chuva está nos visitando!
Vamos fazer pipoca, com chocolate quente!
Nossos bichinhos na frente da lareira esperam você assobiar.
Venha depressa...
Uma chuva de amor, te espera em seu lar.



autoria
CARLA FABIANE

3 comentários:

Usuale disse...

Vento da paixão

Vento da paixão
leva daqui desilusão
me traga amor!
por favor vento
me livre da dor
de não poder mais amar
beijar...caminhar de mãos dadas
me tire da solidão

Autor: (Sandra Love)

Foi retirado pelo site:

http://www.ziipi.com/result?pesquisa=poesia+de+amor

Carla Fabiane disse...

lindo poema!
de (Sandra Love)...
linda sua energia tbm.Fui ao seu blog e adorei!!
volte sempre...estarei aqui te esperando.
bjs

silvia masc disse...

A saudade dói como um barco que aos poucos descreve um arco e evita atracar no cais (Chico Buarque) Desejo que ele volt rapidinho e tenho certeza que adorará as rosas amarelas.
Um abraço
silvia